Guedes destaca papel de Roma para a criação do Auxílio Emergencial e do Auxílio Brasil

Roma destacou o orgulho que teve de trabalhar ao lado de Guedes, mesmo que fosse necessário a figura de um "Bolsonaro pacificador" para coadunar as ações de ambos
Por: Brado Jornal 26.set.2022 às 13h35
Guedes destaca papel de Roma para a criação do Auxílio Emergencial e do Auxílio Brasil
Foto: Divulgação

O ministro da Economia Paulo Guedes abriu a sua palestra “Perspectivas para a Economia Brasileira”, elogiando o candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), no Senai-Cimatec, na manhã desta segunda-feira (26). Ele destacou a ação de Roma para a efetivação do Auxílio Emergencial e também do Auxílio Brasil, que atualmente garante uma renda mínima de R$ 600 para 2,5 milhões de famílias somente na Bahia.


"Começamos a atender toda a parte social com os recursos, com o Auxílio Emergencial, que é o maior programa de transferência de renda que o Brasil já teve, que tem 1,5% do PIB para os mais frágeis, para os mais vulneráveis", disse Guedes. O ministro da Economia disse ainda que o governo do presidente Jair Bolsonaro conseguiu a verbas para manter o programa, mas sem comprometer as futuras gerações.


"Ao mesmo tempo, com responsabilidade fiscal, mantivemos esse duplo compromisso de atender a esse público por um lado, mas sem empurrar a conta para as futuras gerações. Nós mesmos pagamos aquela verba. Tenho orgulho de não empurrar a conta para filho e para netos", declarou o ministro da Economia. 


"Quero agradecer a vinda do ministro Paulo Guedes, que é uma demanda antiga da classe empresarial. Não podemos ficar amarrados a uma Bahia folclórica, pois temos temos visto as potencialidades do nosso estado", disse Roma, ao recordar que, na visita ao Cimatec, o presidente Jair Bolsonaro ficou impressionado com a tecnologia de ponta existente, a exemplo do maior para processamento de dados da América Latina.


Roma destacou o orgulho que teve de trabalhar ao lado de Guedes, mesmo que fosse necessário a figura de um "Bolsonaro pacificador" para coadunar as ações de ambos. "Paulo Guedes me chamou no Ministério da Economia, me explicou o que estava acontecendo. A economia e a área social são duas faces da mesma moeda, pois, se a economia não for bem, quem mais sofre é justamente o cidadão mais necessitado, pois não há como aplicar recursos em programas sociais", comentou Roma.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Croácia vence Japão nos pênaltis e aguarda vencedor de Brasil x Coreia do Sul
Goleiro Livakovic defende três cobranças dos japoneses e garante classificação croata para as quartas de final
Brasil x Coreia do Sul: onde assistir, escalações e arbitragem
Seleção busca vaga nas quartas de final da Copa do Mundo do Catar
Brasil dá show, goleia Coreia do Sul e vai para as quartas contra a Croácia
Quinteto formado por Vinicius Júnior, Neymar, Richarlison, Lucas Paquetá e Raphinha brilham em vitória tranquila por 4 a 1; no segundo tempo, seleção tirou o pé e deu espaço para sul-coreanos criarem boas chances de gol
Lateral da Coreia do Sul ‘não se intimida’ com a seleção brasileira: ‘Nossa equipe é de altíssimo nível’
Apesar do claro favoritismo do Brasil, os sul-coreanos não estão ‘amedrontados’ com o time que conta com Neymar, Vinicius Júnior, Casemiro
Carregando..