Bruno Reis diz que 'pode abrir mão' de exigência para vacinação de crianças de 5 a 11 anos: "só traz mais dificuldades"

Segundo o gestor municipal, muito provavelmente, a segunda recomendação não será cumprida caso haja aglomeração nos pontos de vacinação.
Por: Brado Jornal 14.jan.2022 às 11h21
Bruno Reis diz que 'pode abrir mão' de exigência para vacinação de crianças de 5 a 11 anos:

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), criticou as exigências do Ministério da Saúde para vacinação contra covid-19 de crianças de 5 a 11 anos. Além de uma autorização por escrito dos pais ou responsáveis, a pasta recomenda ainda que as crianças esperem por 20 minutos após a aplicação do imunizante para saber se terão alguma reação adversa.

Segundo o gestor municipal, muito provavelmente, a segunda recomendação não será cumprida caso haja aglomeração nos pontos de vacinação.

Para o prefeito, as exigências só dificultam a estratégia de vacinação. "Não há necessidade de declaração e de precisar aguardar 20 minutos. Tudo isso só traz mais dificuldades para um processo onde estamos vacinando hoje 1ª, 2ª e 3ª doses para pessoas acima de 12 anos, vacinando contra gripe e com mais de 2 mil trabalhadores afastados por causa da covid", explica.

A imunização infantil, segundo o gestor municipal, deve começar ainda nesta sexta-feira (14) para crianças com deficiência. Já no sábado (15), a estratégia será aberta para todas as crianças que tenham 11 anos de idade.

"A expectiva é que cheguem mais vacinas no dia 16. Pode ser que a Anvisa libere a utilização da Coronavac e se isso ocorrer nós temos nos nossos estoques uma quantidade de vacina que daria para imunizar, pelo menos, uma idade por dia e até o fim da semana que vem ou início da próxima a gente já estaria chegando nas crianças de 5 anos de idade", afirma.

Com informações do site bnews - Diego Vieira e Nilson Marinho

Siga o Brado Jornal no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão
Veja Também
Governo federal publica MP com salário mínimo de R$ 1.212 para 2022
A última vez em que o salário mínimo teve ganho real foi no início de 2019, primeiro ano de mandato de Bolsonaro
‘Absurdo’ tentativa de banir Telegram do Brasil, diz Bolsonaro
“A gente está vendo, é covardia o que estão tentando fazer com o Brasil”, disse o chefe do executivo a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.
Alexandre Frota desiste da reeleição e diz que a Câmara “virou um lixo”
A maioria dos deputados está lá parece que contratada por seus partidos para apertar um botão sim ou não”, afirma.
Médico de Bolsonaro chega a São Paulo e descarta necessidade de nova cirurgia
Ontem ele afirmou que a decisão sobre uma nova operação dependeria de novos exames clínicos. “A decisão se [Bolsonaro] vai ser operado ou não depende de um exame clínico criterioso por parte do cirurgião.
Bolsonaro quer apoio do União Brasil e João Roma pode apoiar ACM Neto, diz jornal
De acordo com o jornal, em troca do apoio do União Brasil a Bolsonaro, uma opção citada nos bastidores seria Roma desistir do governo e apoiar ACM Neto, e sair para Senado.
Após nova alta de casos da Covid, Barroso cancela retorno presencial ao TSE
Assim, a cerimônia de posse de Edson Fachin como presidente do TSE e do ministro Alexandre de Moraes como vice, marcada para 22 de fevereiro, será virtual.
Carregando..