Justiça determina emissão de RG sem o campo “sexo”

Juiz atendeu a uma liminar do Ministério Público Federal
Por: Brado Jornal 29.mai.2024 às 17h34
Justiça determina emissão de RG sem o campo “sexo”

A Justiça Federal do Distrito Federal atendeu a liminar do Ministério Público Federal para que a União modifique as informações que aparecem na nova carteira de identidade.

A deliberação do juiz Mateus Pontalti determina a exclusão do campo “sexo” e orienta que o campo “nome” apareça sem distinção entre nome social e civil. Ele cita o objetivo de assegurar o direito de pessoas transgênero e evitar constrangimentos. 

“O nome carrega não apenas um sentido de individualidade, mas também de pertencimento e reconhecimento social. Para as pessoas trans, a escolha e o reconhecimento de seu nome verdadeiro são passos cruciais para a afirmação de sua identidade e para a garantia de seus direitos fundamentais”, diz o despacho. 

Segundo o juiz, “o simples ato de apresentar um documento que exibe um nome que não corresponde à sua identidade de gênero pode gerar situações de desconforto e humilhação pública”.

“Uma pessoa trans que precisa explicar repetidamente por que seu documento exibe um nome diferente daquele pelo qual ela é conhecida socialmente enfrenta um tipo de exposição forçada que pode levar a situações constrangedoras, onde sua identidade é constantemente questionada ou invalidada”, escreveu na decisão. 

Pontalti determinou um prazo de 60 dias para que a União faça as mudanças determinadas. A nova carteira de identidade nacional vai substituir o antigo modelo até 2032. 



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Caixa e INSS são as empresas mais processadas do Brasil
Os dados do CNJ foram compilados até 31 de janeiro deste ano.
Lira adia PL do aborto para segundo semestre
Presidente da Casa Baixa disse que Câmara não é monocrática
Moraes determina que hospitais informem se estão cumprindo decisão sobre aborto
A intimação aconteceu nesta quarta-feira (19)
Trabalhadores são resgatados em lavouras de café em Minas Gerais
O resgate dos trabalhadores aconteceu na sexta-feira (14), mas foi divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego na noite de quarta (19)
PF faz operação contra desembargador de SP por suspeita de venda de decisões judiciais
Outros dois advogados de Ribeirão Preto são alvos de mandados judiciais de busca e apreensão da "Operação Churrascada" da PF, que ocorre nesta quinta-feira (20)
Flamengo alega 'discriminação' e rejeita cotas a mulheres e negros em comissões
A bancada feminina apela para que a Comissão de Estatuto reconsidere sua decisão e adote medidas que assegurem igualdade de oportunidades para todos, independentemente de gênero
Carregando..