Não fui comunicado sobre desoneração da folha, diz Haddad

O ministro da Fazenda voltou a falar ser necessário um pacto entre os três Poderes para a estabilidade das contas públicas
Por: Brado Jornal 02.abr.2024 às 13h59
Não fui comunicado sobre desoneração da folha, diz Haddad
Foto Adriano Machado/Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou que não foi informado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), sobre a decisão deixar caducar a medida provisória (MP) que tratada reoneração da folha de pagamento de prefeituras de pequeno e médio porte.

O ministro também adiantou que irá conversar com Alexandre Padilha, ministro de Relações Institucionais para se “inteirar” da situação.

Na segunda-feira, 1, Pacheco havia anunciado que trechos da MP estavam para perder a validade e que a matéria não seria levada para votação. O trecho em questão tratada do pagamento de alíquota de 20% sobre a folha de pagamento de servidores municipais. A lei aprovada no ano passado pelo Congresso estabelecia que o percentual seria de 8%.

O ministro voltou a falar ser necessário um pacto entre os três Poderes para a estabilidade das contas públicas. Ele também repetiu que o impacto com a decisão de desonerar a folha dos municípios pode chegar a R$ 10 bilhões.

“Você fixa uma meta de resultado primário e encaminha as leis que vão dar consistência para essa meta. E o trabalho que nós estamos fazendo junto ao Congresso é no sentido de convencer os parlamentares de que nós precisamos encontrar fonte de financiamento das despesas criadas”, completou.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Senado aprova PEC sobre criminalização da posse de drogas
Presidente do Senado e autor da proposta destacou que texto veda o encarceramento dos usuários e abre exceção para uso medicinal com autorização legal
“Não me arrependo”, diz Glauber Braga sobre agressão a militante do MBL
O psolista empurrou e chutou o youtuber Gabriel Costernaro para fora da Câmara dos Deputados nesta terça-feira depois de uma discussão
PGR se opõe à condenação de Zema por falas sobre vacinação infantil.
Governador de MG virou alvo do PSOL e do STF por ter dito que “todo aluno, independente de ter ou não vacinado, terá acesso às escolas
Carregando..