“Homicídios na Bahia aumentaram mais de 200% na era do Governo do PT”, diz Capitão Alden

Dados do DATA SUS/TabNet mostram que de 1993 a 2006 o estado teve 25.977 homicídios; de 2007 a 2020 o número subiu para 79.923
21.out.2021 às 16h03
“Homicídios na Bahia aumentaram mais de 200% na era do Governo do PT”, diz Capitão Alden

O deputado estadual Capitão Alden, que tem como uma das suas principais bandeiras no mandato a Segurança Pública, voltou a criticar o governador Rui Costa pela atuação do Estado para evitar o crescimento de homicídios. De acordo com dados do DATASUS/TabNet, nos últimos 15 anos a taxa do crime subiu 200% em toda Bahia. 

De 1993 a 2006, segundo o levantamento, 25.977 pessoas foram assassinadas no estado. A média anual era de 1.856 mortes por homicídio neste período. O ano de 2006, inclusive, foi o que registrou mais mortes: 3.288. 

Já de 2007 a 2020, período onde o Governo do Estado já era gerido pelo Partido dos Trabalhadores (PT), os casos saltaram. A Bahia registrou 79.923 homicídios, cerca de 200% se for comparado com o mesmo período de tempo antes da gestão de Jaques Wagner e Rui Costa. O ano que registrou mais assassinatos foi o de 2017, com 6.807 casos. 


“Os números estão aí. Nunca se matou na Bahia tanto como se mata no governo do PT, o governo que vive de propaganda, de colocar a culpa nos outros, de não responder questionamentos, de perseguir quem fala a verdade. A Segurança Pública está um caos, as pessoas com medo e não temos qualquer expectativa neste governo de solução. O Atlas já tinha mostrado o crescimento de mortes por assassinato, inclusive se mata mais na Bahia do que no Brasil. É um tremendo descaso”, disse o deputado. 

Capitão Alden ainda voltou a criticar o atual secretário de Segurança Pública, Ricardo Mandarino. Para o parlamentar, Mandarino faz “hora-extra” no cargo e mostra total despreparo a cada vez que se pronuncia. 

“O secretário de Segurança Pública, toda vez que vai dar alguma entrevista para a imprensa, lança uma pérola. É cada absurdo que me faz pensar qual foi o motivo que fez Rui Costa nomeá-lo para a pasta. A última dele foi recomendar o policial militar a ir para as ruas e simplesmente não morrer. É assim que o PT trata a Segurança Pública.

Veja Também
Falta de gols preocupa o técnico Guto Ferreira
O próximo duelo será contra o Grêmio, mais uma vez na Fonte Nova, na sexta-feira, 26, às 19h.
“Passamos a acreditar no voto eletrônico”, afirma Bolsonaro
"Agora, até há pouco tempo não era assim que era feito. Então, dava margem a suspeições, a críticas. Creio que isso é um capítulo encerrado", acrescentou.
Líderes do Bahia Direita entram com Ação Popular contra “passaporte vacinal” de Rui Costa
A ação visa também garantir que os servidores públicos do estado não vacinados não sejam impedidos de trabalhar.
Líderes do G20 endossam acordo de imposto corporativo mínimo global para 2023
Em outubro, 136 países chegaram a um acordo sobre um imposto mínimo para empresas globais, incluindo gigantes da internet
Governo publica regras de vacinação para servidores estaduais
Publicação estabelece prazo de 15 dias para comprovação e prevê afastamento e abertura de processo a quem se recusar
Caixa divulga 1º calendário de pagamento do Auxílio Brasil; veja se tem direito
É possível consultar se o dinheiro está disponível pelo app ou Atendimento Caixa ao Cidadão, no telefone 111.