Até o momento de pelo menos 19 assinaturas pra CPI na Bahia”, dispara Capitão Alden

De acordo com o deputado bolsonarista a situação do PT na Bahia só piora.
25.nov.2021 às 12h20
Até o momento de pelo menos 19 assinaturas pra CPI na Bahia”, dispara Capitão Alden

Hoje (25), durante o programa Brado Jornal, o comentarista da Rádio, o deputado estadual Capitão Alden, destacou que já existe a expectativa de pelo menos 19 assinaturas garantidas para a abertura de seu pedido de CPI na Alba para investigar o caso dos respiradores na Bahia.

O parlamentar segue firme na luta para que, assim como ocorre no Rio Grande do Norte, a Alba dê a merecida resposta ao povo baiano com a investigação dos atos do Governo do PT no estado.

“Os que forem em defesa do Governo do Estado terão dificuldades para sustentar uma defesa, as provas contra Rui Costa e demais envolvidos são graves”, afirma Alden. 

De acordo com o deputado bolsonarista a situação do PT na Bahia só piora. 

“Temos a expectativa até o momento de pelo menos 19 assinaturas pra CPI na Bahia”, dispara Capitão Alden.

Veja Também
'Precisei sair do meu estado para obter essas respostas', dispara capitão Alden sobre escândalo dos respiradores na Bahia
“Como fez o Carlos Gabas, Dauster também deve permanecer em silêncio. Ele conseguiu uma autorização da Justiça para ficar em silêncio, através de um Habeas Corpus preventivo”, disse Alden em comentário na Brado Rádio nesta manhã.
Empresa americana fará aporte de R$ 300 milhões em projeto na Bahia
Forever Oceans Brasil vai cultivar peixe marinho 'olho de boi'
Depois de tentar buscar votos entre Bolsonaristas, Paulo Câmara desiste e elogia Doria em Salvador
Doria esteve na tarde deste sábado (6) na capital baiana em um evento do PSDB.
Chile vai às urnas para escolher novo presidente neste domingo; entenda cenário
Pesquisas eleitorais mais recentes apontam para disputa direta entre José Antonio Kast, da direita, e esquerdista Gabriel Boric
Frente fria traz chuvas para Salvador a partir desta quinta-feira
Tempo ficará instável entre quinta-feira (4) e domingo (7); a Codesal alerta que há riscos para alagamentos e deslizamentos de terra