Política Urgente

Aleluia denuncia uso político do Auxílio Brasil pela Prefeitura de Salvador e oficiará ministro da Cidadania para coibir abuso na capital baiana

Presidente da CCJ aprovou convocação do secretário das Prefeituras-Bairro para explicar rejeição de cadastro a bolsonarista
Por: Brado Jornal 28.abr.2022 às 21h05 - Atualizado: 29.abr.2022 às 06h49
Aleluia denuncia uso político do Auxílio Brasil pela Prefeitura de Salvador e oficiará ministro da Cidadania para coibir abuso na capital baiana

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal de Salvador, Alexandre Aleluia (PL), aprovou, em reunião extraordinária do colegiado realizada nesta quinta-feira (28), requerimento de convocação do secretário das Prefeituras-Bairro de Salvador, Kaio Moraes, por utilizar as estruturas municipais para a perseguição política a adversários. 

Aleluia relatou que uma liderança dele na Cidade Baixa teve o pedido de cadastro no Auxílio Brasil rejeitado por ser aliado dele - ele apresentou, na reunião do CCJ, o registro das conversas entre a liderança dele e um funcionário da Prefeitura-Bairro da Cidade Baixa. O vereador bolsonarista anunciou que oficiará o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, para que o governo federal instale pontos de apoio e cadastro do Auxílio Brasil nos municípios. 

"Isso impedirá que as pessoas dependam de ações eleitoreiras de desvio de finalidade como tem ocorrido na Prefeitura de Salvador. O presidente criou o Auxílio Brasil para todos, não para fazer de instrumento eleitoreiro como o PT fazia", enfatizou o bolsonarista. "ACM Neto, com seus auxiliares, se utiliza da miséria do povo para fazer política. Persegue bolsonaristas, impedindo que tenham acesso ao Auxílio Brasil", denunciou o vereador.

Em conversa que a liderança de Aleluia teve com o funcionário da Prefeitura Bairro da Cidade Baixa identificado como Welington Maciel, a liderança primeiro recebeu a indagação: "Boa tarde, meu líder. Você ainda está com Aleluia?". Ao ter a resposta afirmativa, o funcionário da prefeitura-bairro escreveu: "Mas, amigo, ficou proibido nas prefeituras-bairro atender lideranças de Aleluia, rapaz". Aleluia apresentou o print da conversa realizada pelo WhatsApp para justificar o requerimento de convocação a Moraes.

O presidente da CCJ da Câmara sustentou ainda que o ato praticado na Prefeitura Bairro da Cidade Baixa enseja denúncias no Ministério Público Estadual, no Ministério Público Federal, por se tratar de desvio de finalidade no uso de recursos federais do Auxílio, bem como ação no Tribunal Regional Eleitoral por explícito  favorecimento eleitoral e perseguição política. "O mínimo que deve ser feito é exonerar o funcionário e o prefeito-bairro da Cidade Baixa por desvio de finalidade no uso de recurso público, improbidade e crime eleitoral", cobrou Aleluia.

Oposição

"Se o prefeito Bruno Reis quiser me considerar opositor por ser um apoiador do presidente Jair Bolsonaro, ele o terá. E não darei vida fácil para ele", declarou Alexandre Aleluia. "Salvador não pode viver no tempo do chicote. Aqui é terra onde colocamos tiranos para correr. E a prefeitura, o governo de ACM Neto tem feito isso com os soteropolitanos. Bruno Reis está inviabilizando seu governo por conta de um processo eleitoral estadual. Infelizmente ele está nessa linha", disse o presidente da CCJ na Câmara Municipal de Salvador.

Limpurb

Na mesma sessão extraordinária da CCJ realizada nesta quinta-feira, Aleluia conseguiu aprovar requerimento para a convocação do presidente da Limpurb, Omar Gordilho de Britto, foi devido a alegada utilização da estrutura da empresa pública para favorecimento político e pessoal de agremiações políticas e grupos políticos, captação de sufrágio em favor destes mesmos grupos e desfavorecimento político de parlamentares independentes ou de oposição.

"Todas essas práticas precisam ser explicadas tanto pelo presidente da Limpurb quanto pelo secretário municipal das Prefeituras-Bairro", salientou Alexandre Aleluia. "No caso da Limpurb, a empresa está sendo utilizada para cooptar ou ameaçar líderes comunitários. Em vez de limpar a cidade, estão utilizando a cidade para fazer jogo sujo", comentou o bolsonarista.

Registro da conversa entre a liderança política e o funcionário da Prefeitura-Bairro da Cidade Baixa

Siga o Brado Jornal no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Ao menos 8 pessoas são baleadas dentro da Estação Pirajá, em Salvador
Tiros foram efetuados por dois homens, ainda não identificados, que fugiram em um carro preto
Motociatas vão marcar vinda de Bolsonaro a Bahia; novo local de partida em Salvador
O presidente Bolsonaro anunciará novidades para a população de Feira de Santana durante o evento.
“Pêia”: Caminhoneiro argentino lamenta governo de esquerda do país e pede um presidente como Bolsonaro; assista
Sindicatos de caminhoneiros disseram que os protestos no principal país exportador de milho e soja continuarão por um período não especificado
Flávio Bolsonaro vê ação eleitoreira na CPI do MEC e se movimenta para evitar danos
Senador afirma que não existem provas que envolvam Milton Ribeiro e Jair Bolsonaro em casos de corrupção na Educação
Ministro Alexandre de Moraes diz que Brasil ‘sabe como manter sua democracia’
Ministro fez um alerta sobre movimentos antidemocráticos e afirmou que todas as autoridades precisam respeitar as instituições
Âncora da Fox News: Brasil é mais importante para EUA que guerra na Ucrânia
Carlson diz que, neste momento, a eleição de Jair Bolsonaro no Brasil é mais importante para o futuro a curto prazo dos EUA do que a guerra entre Ucrânia e Rússia.
Carregando..