Governo Lula vive pior momento da relação com Congresso, segundo pesquisa

Dificuldade do governo envolvendo votação da MP dos Ministérios na Câmara reforça cenário
Por: Brado Jornal 07.jun.2023 às 15h54
Governo Lula vive pior momento da relação com Congresso, segundo pesquisa

A 45ª edição do Barômetro do Poder, divulgada neste mês pelo InfoMoney, indica que Lula (PT, foto) enfrenta o pior momento da relação com o Congresso desde que retornou ao Palácio do Planalto para seu terceiro mandato. O levantamento, feito entre 30 de maio e 1º de junho, aponta que, dividindo os 513 assentos da Câmara dos Deputados em três grandes grupos (alinhados com o governo, de oposição e incertos), a média das respostas dos analistas consultados para o tamanho da base aliada de Lula seria de 190 deputados federais.

O número corresponde a 37% da Casa e seria suficiente somente para blindar o petista de processos de impeachment, mas reforça que o Planalto terá dificuldade em aprovar projetos. Trata-se do menor patamar já registrado na atual administração e uma queda de 36 parlamentares em comparação com os números da última pesquisa, que saiu no mês anterior. As estimativas tiveram grande variação, sendo 118 assentos a resposta mais baixa e 280 a mais alta. A mediana das projeções, por sua vez, ficou em 197. O cenário ficou claro na votação da MP dos Ministérios na Câmara. O texto foi aprovado com dificuldade na semana passada, o que gerou uma nova onda de críticas sobre a articulação política do governo Lula e um desgaste com o presidente da Casa, Arthur Lira (PP).

No Senado, por outro lado, a avaliação dos analistas políticos é de um ambiente mais favorável para o petista. De abril para cá, a média das estimativas para a base aliada na casa legislativa oscilaram de 38 para 37 assentos. O movimento também foi visto nas projeções para a oposição, que foi de 25 para 24. Já os incertos avançaram de 18 para 20. No caso do primeiro grupo, as respostas flutuaram de 22 a 50, com uma mediana de 38 senadores. Já para os opositores, a variação foi de 19 assentos (11 a 30), e para os incertos, de 21 (de 8 a 29). As medianas nesses dois últimos casos foram de 25 e 21, respectivamente.

Participaram desta edição do Barômetro do Poder Antonio Lavareda (Ipespe), Carlos Melo (Insper), Control Risks, Dharma Political Risk & Strategy, Empower Consultoria, Medley Global Advisors, Patri Políticas Públicas, Ponteio Política, Prospectiva Consultoria, Pulso Público, Tendências Consultoria Integrada, Thomas Traumann e XP Política.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Ministro pede desculpas após exoneração de primo de Lira no Incra
Wilson César de Lira Santos foi demitido nesta terça-feira, 16
“Crime compensa no governo Lula”, dispara líder da bancada do agro
O deputado Pedro Lupion afirmou que o programa do Planalto é a "prova cabal" de que o "errado é o certo" no "Brasil do PT"
PGR se opõe à condenação de Zema por falas sobre vacinação infantil.
Governador de MG virou alvo do PSOL e do STF por ter dito que “todo aluno, independente de ter ou não vacinado, terá acesso às escolas
Lula participa de jantar na casa de Gilmar Mendes
Encontro contou com a presença dos ministros Cristiano Zanin, Flávio Dino e Alexandre De Moraes
Zambelli questiona ilegalidades em decreto de reforma agrária de Lula
A parlamentar lista uma série de problemas do Projeto, como a relativização da propriedade privada
Convocado pela 'bancada da bala', Lewandowski participa de sessão na Câmara
Lewandowski disse ter aceito por entender ser necessário “diálogo entre Poderes”
Carregando..