Ciro Nogueira compara terceiro governo Lula à volta de Getúlio

Senador defendeu papel da oposição durante evento com lideranças empresarias em Nova York
Por: Brado Jornal 14.mai.2024 às 18h30
Ciro Nogueira compara terceiro governo Lula à volta de Getúlio
Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

Durante evento do Lide Brasil, realizado em Nova York nesta terça-feira (14), o ministro chefe da Casa Civil do governo de Jair Bolsonaro, Ciro Nogueira (PP-PI), disse que tem enorme respeito e carinho por Lula e o considera "até certo ponto um amigo". Ciro Nogueira defendeu a importância da oposição para o amadurecimento da democracia do país e afirmou que não faz críticas pessoais à Lula, mas contesta a forma como o petista governa. 

No discurso, Ciro Nogueira também comparou Lula a Getúlio Vargas ao afirmar que ambos foram presidentes que construíram políticas importantes em um primeiro mandato, mas que voltaram fora de sua época em um segundo governo. 

"Eu tenho um respeito enorme pelo atual presidente da República, uma pessoa que eu tenho um carinho, considero até certo ponto um amigo apesar de fazer uma oposição sistemática a seu governo, até pelo fato de eu ter sido um importante ministro do presidente Jair Bolsonaro. Nós estamos talvez repetindo um fato histórico do que aconteceu no passado. Eu comparo muito o que esta acontecendo no Brasil com o retorno de Getúlio Vargas à presidência. Getúlio tinha sido um grande presidente que implementou diversas reformas, mas quando voltou, voltou fora de sua época e não conseguia mais se comunicar com sua população. Agora, cabe a todo o corpo político do nosso pais, em especial no Congresso Nacional, procurarmos nos mobilizar. Não fazer oposição, por oposição. Mas a oposição é necessária, jamais vocês tem visto nas minhas críticas uma crítica pessoal, mas a forma como ele vem governando o nosso país", afirmou o senador. 


Deputado federal do PT tira foto ao lado de porta-voz do Hamas

Ciro também disse que a postura do Brasil em criticar Israel diante da guerra em Gaza e não condenar o Hamas prejudica o país no cenário mundial. O ex-ministro chefe da Casa Civil também fez apostas para o futuro e afirmou "o novo Juscelino Kubitschek do país" será do campo da direita. "Eu vejo que nós temos nesses contrastes uma oportunidade de ouro. Porque esses contrastes estão fazendo que as pessoas vejam o que não querem para o futuro do Brasil. Eu acho que depois de Getúlio nós tivemos um grande presidente, um dos maiores da história que foi Juscelino. Está chegada a hora de nós esperarmos no Brasil a chegada de um novo Juscelino. E ele pode estar aqui entre nós. Caiado [governador de Goiás], Ratinho [governador do Paraná], Tarcísio [governador de São Paulo]... Se meu querido Helder [governador do Pará] vier um pouquinho mais pra direita também pode ser esse Juscelino", afirmou Ciro Nogueira.

Ciro Nogueira é senador, eleito pelo PP do Piauí. Durante o governo de Bolsonaro foi ministro chefe da Casa Civil e conselheiro do ex-presidente. Após a derrota de Bolsonaro nas urnas, Nogueira conduziu a transição do governo.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Governador da Bahia terá aumento de salário; entenda
Reajuste também se estende ao vice-governador e secretários estaduais
Capitão Alden comemora derrubada do veto das “saidinhas”
Deputado federal votou a favor para derrubar veto de Lula
Lula estuda desconto de 15% em linha branca no RS
Enchentes afetaram 471 dos 497 municípios gaúchos
Lula retira embaixador brasileiro em Israel
A embaixada em Tel-Aviv passa a ser chefiada pelo ministro-conselheiro e encarregado de negócios, Fábio Farias
Felipe Neto se revolta após taxação de compras internacionais: 'Fico com cara de otário'
Youtuber acusou a “extrema-direita” de disseminar “fake news” para prejudicar o governo após notícias sobre a proposta de aumentar os impostos de importação e eliminar a isenção
Carregando..