Flávio Bolsonaro muda texto da PEC das Praias

Após a polêmica discussão sobre se praias poderão ser “privatizadas”, o senador Flávio Bolsonaro mudou o texto da PEC das Praias
Por: Brado Jornal 10.jun.2024 às 15h52
Flávio Bolsonaro muda texto da PEC das Praias
Tânia Rego/Agência Brasil

 Diante da polêmica envolvendo a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que possibilita que estados, municípios e particulares sejam donos de áreas no litoral brasileiro atualmente pertencentes à União, o relator do texto, senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), decidiu propor uma emenda para afastar a ideia de que a PEC poderia privatizar praias ou restringir o acesso a elas.

A emenda estará em uma nova versão do seu relatório, que ainda não tem previsão de data para ser apresentada, apurou o SBT News. Ela incluirá na PEC um artigo e um parágrafo único.

Segundo o artigo, "as praias são bens públicos de uso comum, sendo assegurado o livre acesso a elas e ao mar, ressalvadas as áreas consideradas de interesse de segurança definidas em legislação específica".

Já o parágrafo único diz que "não será permitida a utilização do solo que impeça, ou dificulte, o acesso da população às praias".

Em mensagem do senador à qual a reportagem teve acesso, Flávio Bolsonaro diz que a emenda é" para que não exista nenhuma dúvida de que as praias serão sempre de todos".

O relator ainda fará mais algumas alterações em seu parecer em relação à PEC. Na primeira versão, apresentada em 16 de agosto do ano passado, ele vota pela aprovação da proposta com apenas uma emenda de redação de sua autoria, que muda a ementa; com a nova versão, fica mais claro que a PEC altera a Constituição Federal para dispor sobre os chamados terrenos de marinha.

No documentro, Flávio Bolsonaro afirma não haver dúvidas das virtudes da PEC. "O fato é que o instituto terreno de marinha, da forma que atualmente é disciplinado pelo nosso ordenamento, causa inúmeras inseguranças jurídicas quanto à propriedade de edificações", pontua.

"É imperioso enfrentar esse tema e conferir soluções mais adequadas para a população que vive sob os influxos das marés".

Ele prossegue: "Para solucionar esse grave problema, a PEC aqui analisada traz regramento adequado e equilibrado para os terrenos de marinha. A proposta apresenta critérios claros sobre a propriedade desses bens, conferindo segurança jurídica às partes envolvidas".

A Proposta de Emenda à Constituição está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Moraes recua e reativa vídeo e textos sobre acusação contra Lira
Para Moraes, todos os conteúdos são reportagens jornalísticas que já haviam sido veiculadas anteriormente, sem juízo de valor
PF faz operação contra desembargador de SP por suspeita de venda de decisões judiciais
Outros dois advogados de Ribeirão Preto são alvos de mandados judiciais de busca e apreensão da "Operação Churrascada" da PF, que ocorre nesta quinta-feira (20)
Lira adia PL do aborto para segundo semestre
Presidente da Casa Baixa disse que Câmara não é monocrática
Tribunal do Amapá decide pela cassação do mandato de deputada do PL
O motivo foi o suposto uso de verba de campanha eleitoral para procedimento de harmonização facial durante as eleições de 2022, quando Silvia Waiãpi foi eleita para uma vaga na Câmara dos Deputados
Moraes determina que hospitais informem se estão cumprindo decisão sobre aborto
A intimação aconteceu nesta quarta-feira (19)
Aliados de Janones mentiram ao negar rachadinha, diz PF
Polícia Federal aponta contradições em depoimentos de aliados de Janones que negaram existência de rachadinha: “Não falaram a verdade”
Carregando..