"Não tenho dúvidas”, diz presidente do PL sobre Bolsonaro concorrerá à presidência em 2026

Para ele, Bolsonaro não fez “nada de errado” e que a condenação envolvendo Lula “era muito pior”. “No caso de Bolsonaro, foram apenas coisas que ele falou”, pontuou
Por: Brado Jornal 09.jul.2024 às 10h43
Marcello Casal/Agência Brasil

O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou neste final de semana que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) vai conseguir reverter a inelegibilidade e concorrerá à presidência da República em 2026.

Costa Neto participou do CPAC Brasil, em Balneário Camboriú (SC), mas não se encontrou com Bolsonaro por restrições impostas por medidas cautelares. Ele, no entanto, reafirmou que o ex-presidente voltará a ser elegível pela própria Justiça “da mesma forma que Lula” fez, segundo disse ao jornal Valor Econômico neste domingo (7).

Para ele, Bolsonaro não fez “nada de errado” e que a condenação envolvendo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) “era muito pior”. “No caso de Bolsonaro, foram apenas coisas que ele falou”, pontuou.

Valdemar Costa Neto ainda afirmou que é Bolsonaro quem dá as cartas no PL atualmente. “Decide a vida, nós chegamos aonde chegamos por causa do Bolsonaro”, completou.

O presidente do PL ainda criticou as restrições impostas pela Justiça de não poder se encontrar com Bolsonaro. “É o fim dos tempos. Eu tive que vir mais cedo ao evento em função disso”, disparou.

O CPAC Brasil, que contou com a presença de Bolsonaro e seus aliados, serviu como uma plataforma para manter viva a intenção de disputar a próxima eleição presidencial. O ex-presidente, no entanto, foi declarado inelegível até 2030 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder político e econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

Entre as infrações citadas estão uma reunião com embaixadores em julho de 2022, onde questionou as urnas eletrônicas, e o uso das comemorações do Bicentenário da Independência supostamente como palanque eleitoral.

Por outro lado, Lula derrubou no Supremo Tribunal Federal (STF) as condenações da Operação Lava Jato que envolviam corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O STF concluiu que a Justiça Federal de Curitiba não tinha competência para julgar o caso, anulando as decisões.

Além da situação do ex-presidente, Costa Neto reiterou o apoio à pré-candidatura de Eduardo Bolsonaro (PL-SP) ao Senado em 2026. Eduardo, que é um dos organizadores do evento, foi elogiado pelo dirigente partidário pelo trabalho em prol da direita, não só no Brasil, mas em outros países.

“Eduardo é um fenômeno. Eu fico impressionado. Nunca vi um cidadão trabalhar como Eduardo. Ele reúne a direita não só no Brasil, mas em outros países”, elogiou.

Após o discurso, Valdemar Costa Neto dedicou mais de uma hora para tirar fotos e conversar com os participantes do evento.


Gazeta do Povo





📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Lula diz que ligou para Lira após discussão entre deputados na Câmara
Para o petista, esse tipo de comportamento, de xingar adversários, induz os políticos a cometerem erros e serem achincalhados “como muitas vezes é o Congresso Nacional, o Senado, a Câmara, o Executivo e a Suprema Corte”
Tebet diz que Lula determinou compromisso de governo não gastar mais do que arrecada
A ministra do Planejamento falou que o governo possui o compromisso, determinado por Lula, de não gastar mais do que arrecada e que isso deve ser visto no orçamento de 2025
Lauana Prado: quem é a cantora comunista que critica Bolsonaro entre sertanejos
Principal voz do "feminejo", cantora de 35 anos que faz contraponto à maioria dos cantores do gênero
Repórter da “Record” é demitida por vazar trecho de entrevista com Lula
Declarações do presidente sobre dúvidas a respeito da necessidade de cortar gastos foram antecipadas ao mercado financeiro por meio de agência de análise política da qual é sócia Renata Varandas, a jornalista dispensada
Fui o único que tratou a pandemia com seriedade, diz Bolsonaro
Ex-presidente discursou para apoiadores em Duque de Caxias ao lado de ex-prefeito investigado por falsificar seu cartão de vacinação
Carregando..