Órgão da prefeitura de Salvador notifica Embasa por suspensão de fornecimento de água

Empresa diz que serviço já foi normalizado
Por: Brado Jornal 17.mar.2023 às 16h18
Órgão da prefeitura de Salvador notifica Embasa por suspensão de fornecimento de água

A Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon) de Salvador notificou, nesta sexta-feira (17), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) pela suspensão do fornecimento de água, em diversos bairros de Salvador durante esta semana.

O órgão cita o Código de Defesa do Consumidor para destacar que o fornecedor de serviços, no caso a Embasa, é obrigada a garantir a adequada prestação do serviço, que inclui a regularidade, a continuidade, a eficiência e a segurança.

A Codecon ainda pediu que a Embasa apresente um planejamento de contingência para ressarcir os transtornos causados na população. A interrupção no abastecimento de água causou transtornos para quem vive na capital baiana e na Região Metropolitana.

“A Codecon está atenta às necessidades dos consumidores e notificou a empresa para que sejam tomadas as providências necessárias para garantir o direito dos cidadãos. Além disso, ela deve apresentar um plano de contingência para ressarcir os transtornos causados aos consumidores e plano para desconto nas contas, em razão dos danos sofridos pelos consumidores", disse o diretor-geral do orgão, Zilton Krüger Netto.

No documento de notificação, além dos esclarecimentos em relação às causas e providências, a Codecon pede informações sobre o que a Embasa está fazendo para que a situação não volte a ocorrer e trazer prejuízos aos cidadãos.

O órgão diz ainda que possíveis irregularidades de relação de consumo de água podem ser denunciadas através dos canais oficiais: Aplicativo Codecon Mobile, Aplicativo Fala Salvador, site do Codecon, portal Fala Salvador ou através da Central de Atendimento Disque Salvador - 156

Na quarta-feira, 101 bairros de Salvador passaram o dia sem água por causa de um problema em uma obra da Embasa. Inicialmente, o fornecimento foi interrompido na segunda-feira (13) e deveria ser totalmente normalizado na terça (14), mas foi retardado para até a madrugada de quinta.

Por causa da falta de água, 30 mil alunos ficaram sem aulas em 109 escolas e um hospital chegou a suspender os atendimentos no ambulatório.


Embasa diz que sistema foi regularizado

A Embasa informou, nesta sexta-feira (17), que o sistema integrado de abastecimento de água de Salvador começou a operar normalmente e está distribuindo uma vazão de 11,2 mil litros por segundo, conforme informações da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

De acordo com a empresa, algumas áreas elevadas e com ocupação irregular, onde existem ligações não cadastradas (clandestinas) nos bairros de Plataforma, Periperi, Paripe, Itapuã e Stella Maris, estão ainda sem fornecimento. Técnicos da Embasa estão nesses locais para verificar a causa e resolvê-la.

Os moradores de áreas que estejam com problemas no retorno do fornecimento de água devem entrar em contato com os canais de atendimento da Embasa (Agência Virtual Embasa, 0800 0555 195 e Whatsapp 71 99717-0999) para que uma equipe possa verificar e resolver o problema.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Em 2024, Bahia mantém 100% das escolas estaduais com acesso à água potável
Foram anunciados novos investimentos superiores a R$ 1,1 bilhão em infraestrutura e em projetos que já estão sendo implementados para melhorar ainda a qualidade de vida
Carregando..