Visitas em unidades prisionais e de saúde da BA vão exigir comprovante de vacinação; SAC e Detran também terão exigência

Medidas começam a valer a partir do dia 1º dezembro no estado. Decreto será publicado no Diário Oficial do Estado neste sábado (20).
Por: Brado Jornal 20.nov.2021 às 08h56
Visitas em unidades prisionais e de saúde da BA vão exigir comprovante de vacinação; SAC e Detran também terão exigência

A partir de 1º de dezembro, a visitação social às unidades de saúde e às unidades prisionais da Bahia vão exigir a comprovação da vacinação contra Covid-19.

Além disso, os atendimentos presenciais no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) também serão exclusivos para quem comprovar a vacinação contra a Covid-19.

A medida será publicada em decreto no Diário Oficial do Estado neste sábado (20). Será preciso a apresentação do documento fornecido no momento da imunização ou do Certificado Covid, obtido por meio do aplicativo ‘Conecte SUS’, do Ministério da Saúde.

Além disso, o decreto que será publicado neste sábado mantém autorizados, até o dia 30 de novembro, os eventos e as atividades com até 3 mil pessoas, incluindo os com venda de ingressos.

Também permanece obrigatória a comprovação da imunização contra a Covid-19 por todos os envolvidos nos eventos: artistas, público, equipe técnica e colaboradores. O decreto ainda afirma que é preciso respeitar os protocolos sanitários, especialmente o distanciamento social e o uso de máscaras.

A presença de torcedores em eventos esportivos segue liberada, desde que não ultrapasse 70% da capacidade dos equipamentos esportivos. Os torcedores também precisam comprovar que tomaram duas doses da vacina contra Covid-19 ou a dose única.

Siga o Brado Jornal no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão
Veja Também
Israel decide manter 4ª dose da vacina
País mais rápido a iniciar campanha de vacinação há um ano, Israel, no mês passado, começou a a quarta dose da vacina — conhecida como segundo reforço– aos grupos mais vulneráveis e de alto risco. O país tem adiado a expansão da oferta para a população em geral.
Órgão do Ministério da Saúde estuda quarta dose da vacina
Aplicação extra seria para idosos e profissionais da saúde
Máquina de desemprego: PSOL comemorou sanção de lei que afastou Uber Eats do Brasil
Horas antes de o Uber Eats anunciar o encerramento das atividades no Brasil, o PSOL havia comemorado a sanção de um projeto de lei que criou encargos sobre as empresas do ramo — e foi a influência decisiva na decisão da empresa de remover o serviço de entregas.
Após nova alta de casos da Covid, Barroso cancela retorno presencial ao TSE
Assim, a cerimônia de posse de Edson Fachin como presidente do TSE e do ministro Alexandre de Moraes como vice, marcada para 22 de fevereiro, será virtual.
Bolsonaro defende agronegócio: ‘A gente nunca vai fazer uma campanha contra’
Chefe do executivo também rebateu os discursos de que ele não teria uma boa política comercial com a China, principal importador do Brasil.
Carregando..