Mais 3 milhões de famílias são incluídas na 3ª parcela de R$ 400 do Auxílio Brasil

Com a promulgação da emenda constitucional que permitiu o parcelamento de precatórios (dívidas reconhecidas definitivamente pela Justiça), o valor da parcela passou para R$ 400.
Por: Brado Jornal 14.jan.2022 às 11h17
Mais 3 milhões de famílias são incluídas na 3ª parcela de R$ 400 do Auxílio Brasil

Prevista para começar a ser paga na próxima terça-feira (18), a terceira parcela do Auxílio Brasil incluirá 3 milhões de famílias, anunciou ontem (13) o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Com a medida, o total de famílias atendidas aumentará para 17,5 milhões.

Com a promulgação da emenda constitucional que permitiu o parcelamento de precatórios (dívidas reconhecidas definitivamente pela Justiça), o valor da parcela passou para R$ 400. As famílias incluídas no programa receberão o Auxílio Brasil por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite a movimentação de depósitos em contas poupança digitais, até o recebimento do cartão.

As novas famílias não precisarão ir às agências para validarem o cadastro no Auxílio Brasil. Isso porque a inclusão no programa baseou-se em pedidos antigos processados pelo Ministério da Cidadania. “Esse cadastramento foi realizado, no mesmo modo que no auxílio emergencial lá atrás. Então, a validação já foi realizada”, explicou.

Auxílio Gás

O presidente da Caixa também anunciou que o pagamento do Auxílio Gás, que fornecerá uma ajuda temporária para famílias mais pobres comparem gás de cozinha, ocorrerá nos mesmos dias que o do Auxílio Brasil. As famílias foram escolhidas conforme as regras definidas pelo Ministério da Cidadania.

O Auxílio Brasil seguirá o calendário do antigo Bolsa Família e pagará as parcelas nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Inscrição Social (NIS). O pagamento da parcela de janeiro começará no próximo dia 18, para beneficiários com NIS 1, e terminará no dia 31, para beneficiários com NIS de final 0.

Confira o calendário:

Final do NIS Dia do pagamento

1 18 de janeiro

2 19 de janeiro

3 20 de janeiro

4 21 de janeiro

5 24 de janeiro

6 25 de janeiro

7 26 de janeiro

8 27 de janeiro

9 28 de janeiro

0 31 de janeiro

Cerca de 108,3 mil famílias de municípios do norte de Minas Gerais e do sul da Bahia atingidas pelas enchentes em dezembro começaram a receber o Auxílio Gás no mês passado. Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias até o fim de 2026 com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos a cada dois meses. Atualmente, a parcela equivale a R$ 56.

Para este ano, o Auxílio Gás tem orçamento de R$ 1,9 bilhão. Só pode fazer parte do programa quem está incluído no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), tem pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Pedro Guimarães também anunciou o depósito do retroativo da cota adicional do auxílio emergencial de 2020 para cerca de 823,4 mil pais solteiros. O crédito será feito por meio do aplicativo Caixa Tem na mesma conta poupança digital usada para receber o auxílio emergencial.

Siga o Brado Jornal no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão
Veja Também
Rio: tubarão é flagrado na praia do Leblon
De acordo com biólogo Mário Moscatelli, visita do animal é rara em águas cariocas e não oferece risco aos banhistas
O MDR entregou 5.500 obras e projetos em 2021
Diversas ações foram realizadas pelo Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogerio Marinho
Flávio Bolsonaro diz que conversa com União Brasil para possível apoio a Bolsonaro
O União Brasil terá o maior orçamento partidário e a maior bancada na Câmara dos Deputados.
Agência de notícias em Cuba diz que está sendo “expulsa” pelo Governo
“Estão nos expulsando de Cuba. Não podemos atualmente, com apenas dois jornalistas, manter os padrões de qualidade que a Agência Efe oferecia até o momento no país. É muito triste”, declarou.
Bolsonaro decide não ir à PF e AGU entra com recurso no STF para que presidente não seja obrigado a depor
O entendimento é que Bolsonaro não teria obrigação de comparecer ao depoimento, por isso a AGU decidiu recorrer da determinação.
Bolsonaro quer apoio do União Brasil e João Roma pode apoiar ACM Neto, diz jornal
De acordo com o jornal, em troca do apoio do União Brasil a Bolsonaro, uma opção citada nos bastidores seria Roma desistir do governo e apoiar ACM Neto, e sair para Senado.
Carregando..