Macron dará maior honraria francesa a Randolfe Rodrigues

Vice-presidente da CPI da Covid receberá a Légion d’honneur em dezembro
25.nov.2021 às 15h50
Macron dará maior honraria francesa a Randolfe Rodrigues

Após o encontro com o ex-presidente Lula há oito dias no Palácio do Eliseu, em Paris, o presidente da França, Emmannuel Macron, marcou a data de entrega da maior honraria francesa para o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

''É muito mais do que eu mereço e mais longe do que pensei chegar. A comenda não pertence a mim, mas sim às milhares de famílias brasileiras que tiveram um amor retirado de suas vidas pela pandemia da Covid-19!'', comentou Randolfe no Twitter.

Por conta da pandemia, Randolfe receberá a comenda Légion d’honneur, uma das mais altas honrarias do país francês, na Embaixada da França em Brasília em 6 de dezembro. O senador foi vice-presidente da CPI da Covid, que atribuiu nove crimes ao titular do Palácio do Planalto.


Veja Também
Em discurso no G20, Bolsonaro destaca avanço da vacinação no Brasil e retomada econômica
Presidente apelou ao G20 por esforços adicionais pela produção de vacinas em países em desenvolvimento
Fraude dos Respiradores: Capitão Alden e Soldado Prisco apresentam mais informações
“O governador Rui Costa não pode passar sem ser investigado aqui na Bahia”, afirma Capitão Alden.
Com Vivian Kherlakian e Pietra Bertolazzi, programa "Acorda Pra Vida" estreia na Brado
O novo programa estreia amanhã (29) na programação da Brado Rádio.
Câmara aprova em primeiro turno texto-base da PEC dos Precatórios
Além disso, os parlamentares também precisam votar os destaques – eventuais pontos de alteração no texto-base. As próximas fases devem ocorrer ainda nesta quinta-feira.
Dayane Pimentel é rejeitada por 98,5% de participantes de enquete
Perguntamos no twitter: Eleita na onda bolsonarista em 2018, Dayane Pimentel abandonou o presidente Bolsonaro em 2019, você votaria em Dayane Pimentel?
Ibovespa fecha em queda com PEC dos Precatórios; dólar encerra em leve alta
Proposta foi aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados durante a madrugada desta quinta-feira (4)