PDT anuncia apoio a Rodrigo Pacheco na disputa pela presidência do Senado

Senador do PSD foi eleito em fevereiro de 2021 e agora busca a reeleição para comando da casa na semana que vem, quando o Congresso Nacional retomará os trabalhos
Por: Brado Jornal 24.jan.2023 às 15h00
PDT anuncia apoio a Rodrigo Pacheco na disputa pela presidência do Senado
Foto: Roque Sá/Agência Senado

O ministro da Previdência e presidente do PDT, Carlos Lupi, se reuniu com o senador Rodrigo Pacheco (PSD) no diretório nacional do partido, em Brasília, nesta segunda-feira, 23. O líder afirmou que a posição institucional da sigla é apoiar o atual presidente de casa. “Eu fiz uma questão muito pessoal, a convite do senador Weverton e da senadora Leila, de publicamente externar nosso respeito, nossa admiração e a nossa gratidão pelo papel que o senhor tem desempenhado à frente do Senado à favor da democracia e do povo brasileiro. Nossa declaração formal e oficial de apoio, nada mais do que é ser justo e correto com quem sempre foi correto e justo com o povo brasileiro”, declarou Lupi a Pacheco em entrevista coletiva. O senador do PSD foi eleito presidente do Senado em fevereiro de 2021 e agora busca a reeleição. Na época, ele ainda estava no Democratas, partido extinto depois da fusão da sigla com o PSL para a formação do União Brasil.

A senadora Leila Barros (PDT) participou do anúncio e enalteceu a atuação de Pacheco durante diversas crises ao longo de seu mandato: “O senado hoje tem um presidente que tem bom senso, que viveu momento difíceis dentro do país. Vivemos uma pandemia e mais de mil pessoas morriam por dia naquele momento. Uma CPI com desgaste tremendo, uma polarização, um ódio, um desequilíbrio entre os poderes. Todo dia era uma polêmica e o Senado e todos os poderes no meio daquele turbilhão. E o Pacheco sempre teve o intuito de defender de forma veemente o equilíbrio e a harmonia entre os poderes e a democracia. Acima de tudo, ele de fato cumpriu”.

O presidente do Senado agradeceu à bancada do PDT pela declaração formal de apoio na disputa pela reeleição da casa na semana que vem, quando o Congresso Nacional retomará os trabalhos: “Esse apoio do PDT é de fato algo que legitima aquilo que nós fizemos em conjunto na presidência do Senado, com apoio do PDT. Mas, também é um compromisso de futuro, um compromisso de que o Senado continuará nessa linha da defesa social, também da responsabilidade fiscal, das reformas que interessam ao povo brasileiro. Sem inventar crise, sem criar divergências e problemas onde não há e buscando os consensos necessários para em um ambiente de boa política nós construirmos soluções”.

Pacheco também fez um apelo á pacificação e união no país: “Esse é um trabalho que nós temos que fazer na política, de uma reconstrução, de uma reunificação e reconciliação nacional, que eu tenho certeza que nós vamos conseguir fazer em um trabalho conjunto de partidos políticos, membros do Senado e da sociedade em geral. Porque ninguém merece viver em uma sociedade dividida”.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Ana Estela Haddad, mulher de Fernando Haddad ganha cargo no governo
Ela vai assumir a Secretaria de Informação e Saúde Digital
Capitão Alden toma posse de deputado federal na próxima quarta-feira em Brasília
Paramentar deixará a Assembleia Legislativa para assumir cargo na Câmara Federal
Lula se reúne com Pacheco na véspera de encontro com senadores do PT para definir cargos na direção do Senado
O encontro ocorre na véspera de uma outra reunião em que integrantes do PT devem discutir com Pacheco a distribuição de cargos na Mesa Diretora da Casa
Lula, a governadores: É preciso acabar com ‘ofensas em shoppings e aeroportos’
Em discurso nesta sexta-feira, o presidente também defendeu o fim da 'judicialização da política'
STF pode ‘anular’ eleição de deputados
Mandato de sete parlamentares está em jogo
Dino entrega a Lula “pacote da democracia” e propõe Guarda Nacional no DF
As medidas devem ser enviadas ao Congresso em fevereiro, segundo o ministro.
Carregando..