STF marca data para inocentar Gleisi por quadrilhão do PT

Lula, Dilma Rousseff, Antonio Palocci, Guido Mantega e João Vaccari Neto já foram absolvidos
Por: Brado Jornal 07.jun.2023 às 15h46
STF marca data para inocentar Gleisi por quadrilhão do PT
Wademir Barreto/Agência Senado

O STF marcou o julgamento da presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (foto), e do ex-ministro Paulo Bernardo no processo referente ao “quadrilhão do PT”.

A acusação será avaliada pelos ministros da Corte em plenário virtual entre os dias 16 e 23 de junho.

Em 2017, o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, acusou a presidente do PT e outros integrantes do partido de participarem de um suposto esquema de propinas, que rendeu 1,48 bilhão de reais à cúpula da legenda entre 2002 e 2016.

Lula, Dilma Rousseff, Antonio Palocci, Guido Mantega e João Vaccari Neto já foram absolvidos.

O Antagonista ficará feliz se errar a previsão contida no título desta nota.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Governador da Bahia terá aumento de salário; entenda
Reajuste também se estende ao vice-governador e secretários estaduais
Felipe Neto se revolta após taxação de compras internacionais: 'Fico com cara de otário'
Youtuber acusou a “extrema-direita” de disseminar “fake news” para prejudicar o governo após notícias sobre a proposta de aumentar os impostos de importação e eliminar a isenção
"Saidinha agora só pro cemitério", comemora Fahur derrubada de veto
O deputado comemorou a derrubada do veto de Lula sobre as saídas temporárias de presos
Congresso acaba com saídas temporárias de presos em feriados
O presidente vetou o trecho da lei que proibia o saidão para visitação a familiares durante datas comemorativas, mas os parlamentares decidiram, por 339 votos favoráveis na Câmara e 47 no Senado, manter a proibição
Plenário rejeita recurso e confirma condenação de Anthony Garotinho
O ex-governador foi condenado por crimes cometidos durante o processo eleitoral de 2016
Carregando..