CPMI adia depoimento de Braga Netto para ouvir ex-assessor de Bolsonaro

O depoimento com o general deve ser remarcado para 5 de outubro, mas ainda não foi confirmado
Por: Brado Jornal 18.set.2023 às 14h35
CPMI adia depoimento de Braga Netto para ouvir ex-assessor de Bolsonaro

A CPMI do 8 de Janeiro decidiu adiar o depoimento do general Braga Netto, que estava marcado para essa terça-feira (19), após um pedido da relatora do colegiado, senadora Eliziane Gama (PSD-MA). O novo depoente será Osmar Crivelatti, ex-assessor da Presidência da República e atual integrante da equipe do ex-presidente Jair Bolsonaro. O depoimento com o general deve ser remarcado para 5 de outubro, mas ainda não foi confirmado.

O novo depoente, Osmar Crivelatti foi coordenador administrativo da Ajudância de Ordens da Presidência da República e era subordinado ao tenente-coronel Mauro Cid. Para a relatora Eliziane Gama, uma das autoras do requerimento da oitiva (REQ 1.432/2023), é importante ouvir o ex-auxiliar para buscar esclarecer os fatos preparatórios dos atos do dia 8 de janeiro.

“Osmar é uma pessoa muito ligada a Mauro Cid e esse depoimento é interessante agora porque vem na sequência do general Dutra que deixou diversas lacunas após sua oitiva na comissão. Quando Bolsonaro perdeu a eleição, o militar foi aos Estados Unidos preparar a chegada do ex-presidente. Essenciais seus esclarecimentos para nossas investigações", afirmou a senadora, por meio de uma nota.

Entre os temas que devem ser abordados pelos membros da CPMI, está o fato de o nome do tenente estar ligado a Mauro Cid no caso das investigações da Polícia Federal sobre a participação no processo de retirada de presentes recebidos de autoridades oficiais estrangeiras pelo ex-presidente e que estariam no gabinete-adjunto de Documentação Histórica do Palácio do Planalto.

Em relação ao depoimento com Braga Netto, os parlamentares da CPMI devem questioná-lo sobre o suposto envolvimento de militares em ações contra o sistema eleitoral. Ele também deve ser questionado sobre a operação da Polícia Federal, realizada na última semana, que apura irregularidades em contratos do Gabinete de Intervenção Federal no Rio de Janeiro, que era chefiado pelo general, em 2018.


Fonte: Gazeta do Povo


📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Lula diz que ligou para Lira após discussão entre deputados na Câmara
Para o petista, esse tipo de comportamento, de xingar adversários, induz os políticos a cometerem erros e serem achincalhados “como muitas vezes é o Congresso Nacional, o Senado, a Câmara, o Executivo e a Suprema Corte”
Tebet diz que Lula determinou compromisso de governo não gastar mais do que arrecada
A ministra do Planejamento falou que o governo possui o compromisso, determinado por Lula, de não gastar mais do que arrecada e que isso deve ser visto no orçamento de 2025
Repórter da “Record” é demitida por vazar trecho de entrevista com Lula
Declarações do presidente sobre dúvidas a respeito da necessidade de cortar gastos foram antecipadas ao mercado financeiro por meio de agência de análise política da qual é sócia Renata Varandas, a jornalista dispensada
Fui o único que tratou a pandemia com seriedade, diz Bolsonaro
Ex-presidente discursou para apoiadores em Duque de Caxias ao lado de ex-prefeito investigado por falsificar seu cartão de vacinação
Lauana Prado: quem é a cantora comunista que critica Bolsonaro entre sertanejos
Principal voz do "feminejo", cantora de 35 anos que faz contraponto à maioria dos cantores do gênero
Carregando..