Operação Lesa Pátria: PF faz busca e apreensão em 8 estados

A corporação informou ter sido determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados
Por: Brado Jornal 16.abr.2024 às 10h25 - Atualizado: 16.abr.2024 às 12h50
Operação Lesa Pátria: PF faz busca e apreensão em 8 estados
Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 16, a 26ª fase da Operação Lesa Pátria para identificar pessoas que financiaram, fomentaram e promoveram os atos de 8 de janeiro de 2023, em Brasília, quando as sedes dos três Poderes foram invadidas e depredadas.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, expediu 18 mandados de busca e apreensão, cumpridos nos estados do Rio Grande do Norte (1), Santa Catarina (1), Pará (4), São Paulo (1), Minas Gerais (3), Espirito Santo (4), Tocantins (1) e Mato Grosso do Sul (3).

Em comunicado, a PF informou ter sido determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados.

“Apura-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar à cifra de 40 milhões de reais”, afirmou a PF.

Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

As frentes de investigação da PF

A Polícia Federal trabalha em quatro frentes de investigação para chegar aos responsáveis pelos atos de 8 de janeiro, em Brasília.

Uma delas apura quem são os possíveis autores intelectuais. Essa linha investiga se o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) estaria relacionado ao movimento que incitou seus apoiadores a invadir e depredar as sedes do Palácio do Planalto, do Congresso e do STF.

Outra frente visa mapear os financiadores e responsáveis pela logística do acampamento e transporte dos invasores para Brasília.

A PF também busca identificar e individualizar a conduta de cada um dos envolvidos na depredação dos prédios da capital federal, denunciados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e julgados pelo STF.

A quarta frente investiga autoridades que facilitaram a atuação dos invasores ou que se omitiram durante os atos de 8 de janeiro.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Plenário rejeita recurso e confirma condenação de Anthony Garotinho
O ex-governador foi condenado por crimes cometidos durante o processo eleitoral de 2016
Felipe Neto se revolta após taxação de compras internacionais: 'Fico com cara de otário'
Youtuber acusou a “extrema-direita” de disseminar “fake news” para prejudicar o governo após notícias sobre a proposta de aumentar os impostos de importação e eliminar a isenção
"Saidinha agora só pro cemitério", comemora Fahur derrubada de veto
O deputado comemorou a derrubada do veto de Lula sobre as saídas temporárias de presos
Governador da Bahia terá aumento de salário; entenda
Reajuste também se estende ao vice-governador e secretários estaduais
França: Senado vota para limitar transições de gênero antes dos 18 anos
O objetivo é “evitar que menores que questionam o gênero se arrependam de tratamentos médicos ou de cirurgias de redesignação sexual na sequência de um diagnóstico errado”
Carregando..