Deputado Capitão Alden quer derrubar lei combate a fake news baiana

Parlamentar acionou o Partido Liberal e foi protocolada ADI
Por: Brado Jornal 14.mai.2024 às 18h49
Deputado Capitão Alden quer derrubar lei combate a fake news baiana

Por solicitação do deputado federal Capitão Alden (PL-BA), o Partido Liberal (PL) propôs Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que pretende derrubar a Lei Estadual nº 14.268, de 28 maio de 2020, prevendo a aplicação de multas de até R$ 20 mil ao baiano que “divulga informações falsas sobre epidemias, endemias e pandemias no estado da Bahia”.

O parlamentar argumenta que a iniciativa busca combater práticas repressoras e sem qualquer aplicabilidade do Governo do Estado da Bahia. O próprio executivo baiano, provocado pelo gabinete do político, admitiu não ter instaurado nenhum procedimento investigatório sobre o tema, embora o sítio da internet da gestão estadual divulgou diversos casos de supostas práticas de fake news. 

Além do mais, a norma foi aprovada com vícios de formalidade (desvio de competência). Conforme a Constituição, é  competência privativa da União legislar sobre “águas, energia, informática, telecomunicações e radiodifusão”.

De acordo com o militar baiano, o que ocorre na Bahia é uma afronta às normas jurídicas e falta de respeito com a população baiana. “Não vou cruzar os braços diante de atrocidades deste desgoverno da Bahia. A lei de fake news baiana será derrubada, pois sou defensor da liberdade, especialmente, a liberdade de expressão”, pontua Alden.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Taxação de 20% em compras de até US$ 50 é insuficiente para evitar "concorrência desleal", diz CNI
Ricardo Alban presidente da CNI, acredita que a taxação é um passo na direção correta, mas é pouco
Plenário rejeita recurso e confirma condenação de Anthony Garotinho
O ex-governador foi condenado por crimes cometidos durante o processo eleitoral de 2016
Lula retira embaixador brasileiro em Israel
A embaixada em Tel-Aviv passa a ser chefiada pelo ministro-conselheiro e encarregado de negócios, Fábio Farias
Congresso acaba com saídas temporárias de presos em feriados
O presidente vetou o trecho da lei que proibia o saidão para visitação a familiares durante datas comemorativas, mas os parlamentares decidiram, por 339 votos favoráveis na Câmara e 47 no Senado, manter a proibição
Cármen Lúcia diz que Moraes vai deixar saudades no TSE
Moraes deixará o comando do TSE na segunda-feira (3)
Carregando..