Aleluia propõe que pais decidam uso de máscara pelos filhos das escolas de Salvador

O PL prevê que as instituições de ensino poderão solicitar manifestação por escrito dos pais ou responsáveis sobre a utilização das máscaras.
22.out.2021 às 18h56
Atualizado: 22.out.2021 às 18h57
Aleluia propõe que pais decidam uso de máscara pelos filhos das escolas de Salvador
O vereador de Salvador Alexandre Aleluia (Foto: André Muzell / Brado)

O vereador Alexandre Aleluia (DEM) apresentou projeto de lei que propõe que seja deixado a cargo de pais ou responsáveis a decisão pelo uso de máscaras, em sala de aula, por crianças. A determinação vale para as escolas públicas e privadas de Salvador. 

O PL prevê que as instituições de ensino poderão solicitar manifestação por escrito dos pais ou responsáveis sobre a utilização das máscaras. "Mas a decisão será exclusivamente dos pais", pontua o vereador do Democratas. O edil salienta que a proposta não impede que os profissionais de educação que tenham contato com as crianças usem máscaras ou 'face shields'.

"Não interferiremos na escolha das escolas e dos funcionários das escolas pelo uso ou não de máscaras", ressalta o vereador. Às instituições de ensino privado é prevista, entretanto, aplicação de multa de R$ 10 mil se não for respeitada a decisão de pais que escolham pelo não uso de máscaras por seus filhos.

O projeto de lei ainda prevê que não seja usado máscaras por alunos autistas e que os professores utilizem equipamentos de proteção transparentes quando houver alunos com deficiência auditiva. "Não será também permitido que sejam discriminados ou segregados das atividades os alunos que, por decisão dos pais, não usem máscaras", salientou Alexandre Aleluia.

Veja Também
Eliana Calmon sinaliza apoio a Sérgio Moro após reunião em Brasília
Candidata derrotada na campanha ao Senado pelo PSB, em 2014, Eliana afirmou que se sentiu na obrigação de manifestar na campanha de Bolsonaro.
Capitão Alden critica exibição de filme do guerrilheiro comunista Carlos Marighella
Para o parlamentar, a exibição deveria ser proibida no país, visto que Carlos Marighella era defensor de políticas comunistas que em nada colaboram para a democracia, a liberdade de expressão e de valores cristãos que embasam a sociedade.
Duas novas praças são inauguradas em Fazenda Grande III
De acordo com a Secretaria de Comunicação (Secom-PMS), os equipamentos tiveram um investimento total avaliado em R$ 160 mil.
Mulher com Covid-19 acorda no dia em que seus aparelhos seriam desligados
O filho de Bettina Lerman afirmou que a família já tinha escolhido o caixão de sua mãe quando recebeu a ligação, que o fez derrubar o telefone
Google responde à CPI da Pandemia que não pode fornecer dados de Bolsonaro
Defesa do presidente alega que Senado e Câmara não têm poderes para investigar criminalmente ou indiciar um chefe de Estado
Cidade no Rio de Janeiro elege primeiro prefeito bolsonarista do estado
O novo prefeito assume após eleições suplementares terem sido realizadas em Carapebus por conta da cassação de sua antecessora, Christiane Miranda Cordeiro (PP), que teve as contas rejeitadas, rompendo assim com um ciclo de 20 anos de domínio da velha política no município.