O cenário na Bahia se desenha: João Roma para governo e Dra Raissa Soares para Senado

Bolsonaro deseja eleger uma quantidade significativa de senadores em 2022 e ganhar alguns governos estaduais que, para ele, tem uma forte importância estratégica na esfera ideológica, como os governos de São Paulo, por conta do tucano João Dória, e a Bahia, por ser o último reduto do Partido dos Trabalhadores.
Por: Brado Jornal 08.jan.2022 às 20h55 - Atualizado: 08.jan.2022 às 20h59
O cenário na Bahia se desenha: João Roma para governo e Dra Raissa Soares para Senado

O ano de 2022 começou e a disputa pelo poder na Bahia ganha definições do lado da direita que favorece a agenda conservadora do Presidente Jair Messias Bolsonaro. Com a filiação de Dra Raissa Soares ao partido de Bolsonaro (PL) e sua indicação com pré-candidata ao senado, o caminho fica livre para que o Ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), dispute o Palácio de Ondina.

Bolsonaro deseja eleger uma quantidade significativa de senadores em 2022 e ganhar alguns governos estaduais que, para ele, tem uma forte importância estratégica na esfera ideológica, como os governos de São Paulo, por conta do tucano João Dória, e a Bahia, por ser o último reduto do Partido dos Trabalhadores.

Dra Raissa Soares é uma outsider, além de ser uma pessoa de extrema confiança do Presidente Jair Bolsonaro. Esses dois fatores fazem com que a mesma incomode bastante a velha política, que desejam de todas as formas, sabotar a sua ascensão política e disputa pelo senado. Por ter defendido o tratamento precoce e salvado, diretamente, milhares de vidas, sofre perseguições das BigTechs, da extrema imprensa e do Ministério Público da Bahia.

Por sua vez, o Ministro da Cidadania, João Roma, demostrou um alinhamento com o Presidente Bolsonaro que poucos ministros foram capazes de conquistar, chegando a transparecer uma verdadeira amizade. Na tragédia sofrida pela Bahia em decorrência das fortes chuvas, Roma foi escalado diretamente pelo Presidente para ajudar os milhares de baianos que estão sofrendo por conta da catástrofe. Neste sentido, Bolsonaro aposta em Roma todas as suas fichas para derrotar o projeto de poder do PT na Bahia e abalar as estruturas de poder da esquerda no Brasil e na América Latina.

Com a definição de quem são as principais lideranças de Bolsonaro na Bahia para disputar as eleições de 2022, os bolsonaristas terão condições de se organizarem no partido do presidente (PL) e demais partidos satélites para disputar os espaços de poder nas próximas eleições.

Siga o Brado Jornal no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão
Veja Também
Passageiros de cruzeiro barrado em Salvador fazem festa de réveillon no navio
Anvisa havia determinado suspensão de todas as atividades não-essenciais da embarcação
Capitão Alden desafia oposicionistas do Governo Bolsonaro a largar politicagem sobre chuvas na Bahia
Alden criticou a forma que o governador Rui Costa e figuras políticas de esquerda têm tratado a situação, politizando ações que deveriam ter foco empregado na ajuda ao próximo.
Fake news: deputado Capitão Alden nunca protocolou projeto pedindo obrigatoriedade de vacinação
A citada proposição nunca fez parte do arsenal de proposições indicadas pelo parlamentar na Casa Legislativa.
Bahia do medo: Vídeos mostram perseguição e troca de tiros entre PMs e bandidos em Salvador; assista
Ninguém ficou ferido, mas as imagens impressionam devido ao poder de fogo dos criminosos.
Bolsonaro quer apoio do União Brasil e João Roma pode apoiar ACM Neto, diz jornal
De acordo com o jornal, em troca do apoio do União Brasil a Bolsonaro, uma opção citada nos bastidores seria Roma desistir do governo e apoiar ACM Neto, e sair para Senado.
Bolsonaro diz que prepara PEC para reduzir preços de combustíveis
“É uma possibilidade de se conseguir isso aí para dar alívio. Se bem que, deixo claro, a questão da inflação está no mundo todo”, disse o mandatário.
Carregando..