União Brasil não será base de Lula na Câmara, diz Elmar Nascimento

Líder do partido apontou que distribuição de cargos é insuficiente para conseguir votos
Por: Brado Jornal 18.mar.2023 às 09h29
União Brasil não será base de Lula na Câmara, diz Elmar Nascimento
O deputado baiano Elmar Nascimento é um dos mais influentes na Câmara - Foto: Pablo Valadares | Câmara dos Deputados

Líder do União Brasil na Câmara, o deputado baiano Elmar Nascimento afirmou que o governo Lula (PT) não contará com o apoio total do partido como aliado da base no Congresso Nacional. A avaliação do parlamentar é que a distribuição de cargos em ministérios e no segundo escação é insuficiente para conseguir a maioria dos votos da legenda. 


"[Por causa da] configuração do partido, não convém [entrar na base]. Imagine, eu dou uma declaração a vocês que sou base. Eu saio com 20 a 25 deputados me contestando. O que o governo vai ganhar com isso?", afirmou Elmar, em entrevista à Folha de S.Paulo.


O governo Lula cedeu três ministérios para o União Brasil: Daniela Carneiro (Turismo), Juscelino Filho (Comunicação) e Waldez Góes (Integração), o último licenciado do PDT. Além disso, cargos de segundo escalão também foram cedidos em estatais, como Codevasf, Dnocs e Sudene.


"Essa é a configuração do partido. É de conhecimento público, inclusive do governo, de que 90% do partido não tinham votado no Lula. Mas as urnas impuseram a ele ampliar o diálogo. Dois terços do partido topam conversar com o governo, e um terço não topa. Mas apoio de 60%, 70% do partido representa muito mais do que outros partidos que estavam na composição inicial, como PC do B, PSB", disse Elmar. 


O deputado ainda apontou que a quantidade de votos do União Brasil junto com o governo Lula irá depender da pauta debatida. "Tem pauta que vai ter todos os votos. Tem pauta que não vai ter nenhum", exemplificou. 


Entre muitas declarações acerca do que é necessário para o governo ter mais apoio na Câmara, Elmar Nascimento declarou que nunca pediu cargos para o União Brasil e que o partido não irá brigar por isso. Também cobrou maior "agilidade nas emendas" para "cumprir os compromissos e fazer fluir o Orçamento."


O deputado ainda disse ter se arrependido de ter o seu nome colocado como um dos cotados a receber ministério do governo federal. Ele ainda lembrou a sua atuação como opositor do PT na Bahia. "Eu reconheço que eu errei. E a questão de eu ser adversário do PT na Bahia é público e notório e não vai mudar por causa disso". 



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Farol da Barra será palco de grande show de encerramento do aniversário de Salvador
A programação completa do Festival pode ser conferida no site www.festivaldacidade.
MEI ganha tempo e só será obrigado a emitir nota fiscal em setembro. Saiba como emitir de graça em app
O app facilita a vida do microempreendedor individual. A não emissão da nota fiscal pode configurar crime de sonegação
Toffoli pede vista e trava julgamento da Lei das Estatais
Suspensão favorece o governo Lula, que já obteve liminar e pode nomear políticos e aliados para empresas públicas
Para PGR, Estado é responsável por morte em ação policial
Augusto Aras afirmou que ausência de perícia conclusiva para identificar origem do disparo não afasta dever estatal de reparar danos
A caminho da China, governador da Bahia visita Lisboa e se reúne com embaixador do Brasil em Portugal
Em viagem oficial, Jerônimo Rodrigues cumprirá agenda na China. Durante o período, o vice-governador Geraldo Júnior comandará o estado.
Sem o parecer da PGR, Moraes arquiva pedidos para investigar Lula por declaração sobre Sergio Moro
Ministro determinou 'arquivamento imediato' das notícias-crime de Rogério Marinho e Nikolas Ferreira
Carregando..