Bolsonaro recorre ao STF após Dino não anular multa do TSE

Defesa do ex-presidente pede análise do mérito e alega "atuação repressiva" do TSE
Por: Brado Jornal 02.abr.2024 às 20h41
Bolsonaro recorre ao STF após Dino não anular multa do TSE
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) recorreu na segunda-feira (1º) da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Flávio Dino que não anulou a multa de R$ 70.000 por impulsionamento de conteúdo on-line considerado ilegal durante a campanha eleitoral presidencial de 2022. 

Bolsonaro foi condenado pelo Tribunal Superior Eleitoral por um vídeo publicado no canal do PL no YouTube que associava a imagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a termos como “ladrão” e “sistema inimigo do povo”, sem deixar claro que era uma propaganda impulsionada.

Esse é o 2º recurso enviado ao Supremo sobre o caso. O processo chegou a Dino em 15 de março, depois que a Corte Eleitoral considerou esgotadas as possibilidades de recurso.

A defesa do ex-chefe do Executivo protocolou no STF um pedido de análise do mérito do caso. Os advogados alegam que a decisão seja revista já que Dino não havia julgado o tema principal do recurso por impedimento técnico.

Ao avaliar a peça, o ministro rejeitou o recurso argumentando que a jurisprudência do Supremo impede a reavaliação das provas julgadas pelo TSE. Ele também afirmou que os réus –a coligação pelo Bem do Brasil e Bolsonaro– infringiram a resolução eleitoral.

Os advogados de defesa também disseram que a decisão do TSE é “repressiva” e que Lula só aparecia em 4 segundos da propaganda de 4 minutos, considerando a multa desproporcional.

O entendimento é de que retirar o material de circulação “viola a liberdade de expressão e a livre circulação de informações”.

Em fevereiro, o plenário do TSE aprovou nova regra que fixa que, a partir das próximas eleições, está proibido impulsionar conteúdo que não seja para promover ou beneficiar a própria candidatura.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
TSE retoma julgamento que pode cassar mandato do senador Jorge Seif
Parlamentar foi absolvido no TRE de Santa Catarina; MP Eleitoral defende procedência da ação
Mendonça rejeita acusação contra Nikolas Ferreira por 'transfobia'
Ministro do Supremo Tribunal Federal afirmou que declarações do deputado estão protegidas pela imunidade parlamentar
PL propõe cassação de psolista após briga com militante do MBL
O aviso foi dado pelo deputado Eduardo Bolsonaro
Ministro pede desculpas após exoneração de primo de Lira no Incra
Wilson César de Lira Santos foi demitido nesta terça-feira, 16
“Não me arrependo”, diz Glauber Braga sobre agressão a militante do MBL
O psolista empurrou e chutou o youtuber Gabriel Costernaro para fora da Câmara dos Deputados nesta terça-feira depois de uma discussão
Carregando..