Política Exclusivo

Está decidido: Débora Régis será pré-candidata da oposição em Lauro de Freitas; Mateus Reis será o vice

Um dos principais nomes da oposição da cidade Teobaldo Costa, desistiu da política
Por: Rebeca Costa 02.abr.2024 às 19h42 - Atualizado: 02.abr.2024 às 19h44
Está decidido: Débora Régis será pré-candidata da oposição em Lauro de Freitas; Mateus Reis será o vice

Segundo fontes em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, a oposição bateu o martelo e escolheu o nome de Débora Regis (PDT) como pré-candidata na cidade. O vice será o ex-vereador Mateus Reis (PSDB).

O empresário e fundador da rede de mercados Atakadão Atakarejo e um dos nomes mais cotados da oposição de Lauro de Freitas, Teobaldo Costa desistiu de ser candidato. O empresário confidenciou aos mais próximos que ‘não quer dor de cabeça com politica’.


Outros candidatos

O Brado Jornal entrou em contato com o principal nome da oposição em Lauro de Freitas, vereador Nilton Sapucaia. A assessoria do edil afirmou que o martelo não foi batido definidamente.

“Não sei se haverá um posicionamento neste momento sobre o assunto, até porque de fato não bateram o martelo”, disse a assessoria.


Débora Regis

Formada em direito, sua trajetória política começou em 2004 atendendo ao pedido da população, se candidatou e recebeu um número expressivo de voto, mas não se elegeu. Alcançou o cargo de Vereadora Municipal no ano de 2016, sendo a mulher mais votada do pleito. Foi Presidente da Comissão de Constituição Justiça e Redação Final no Biênio de 2017 - 2018 e no Biênio 2019 -2020 assumiu a Primeira Secretaria da Câmara.

Foi reeleita em 2020 como Vereadora mais votada do município com 2.803 votos.


Cassação

O pedido de cassação contra Débora foi feito pelo PSB de Lauro. O partido alegou irregularidades na prestação de contas da campanha de 2020. A denúncia aponta que a petista gastou R$ 15 mil a mais do que o limite permitido em despesas no pleito de 2020.

No dia 20 de junho, pelo placar de cinco votos a zero, Débora Régis foi cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). No dia 7 de julho, a vereadora retomou o mandato por meio de uma decisão monocrática do desembargador Abelardo Paulo da Matta, que alegou a necessidade de se aguardar o julgamento dos embargos de declaração antes da sentença definitiva. No entanto, em setembro, o próprio desembargador revisou a decisão e a manteve afastada do mandato.

Com a decisão do TSE, Débora volta à Câmara e mantém a elegibilidade - ela é citada com uma potencial candidata a prefeita de Lauro de Freitas pelo PDT.


Mateus Reis

Em 2012 Mateus Reis foi eleito vereador de Lauro de

Freitas, cumpriu seu mandato por quatro anos, em 2016 foi candidato a prefeito ficando em segundo lugar com uma votação de 34. 101, em 2018 conquistou a vaga de primeiro suplente de Deputado Estadual.

Mateus, sempre foi oposição a esse grupo político que governa nossa cidade por 16 anos.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Deputado do PSOL Glauber Braga agride membro do MBL dentro do congresso
O comunista empurra o homem para fora da Câmara e o segue até o estacionamento
Lula participa de jantar na casa de Gilmar Mendes
Encontro contou com a presença dos ministros Cristiano Zanin, Flávio Dino e Alexandre De Moraes
“Crime compensa no governo Lula”, dispara líder da bancada do agro
O deputado Pedro Lupion afirmou que o programa do Planalto é a "prova cabal" de que o "errado é o certo" no "Brasil do PT"
STF extingue ações contra ex-ministros de FHC
MPF acionou a Justiça em 1995 e 1996 por suposta improbidade administrativa de Pedro Malan, José Serra e Pedro Parente
Operação Lesa Pátria: PF faz busca e apreensão em 8 estados
A corporação informou ter sido determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados
TSE retoma julgamento que pode cassar mandato do senador Jorge Seif
Parlamentar foi absolvido no TRE de Santa Catarina; MP Eleitoral defende procedência da ação
Carregando..