Plenário rejeita recurso e confirma condenação de Anthony Garotinho

O ex-governador foi condenado por crimes cometidos durante o processo eleitoral de 2016
Por: Brado Jornal 29.mai.2024 às 16h03
Plenário rejeita recurso e confirma condenação de Anthony Garotinho
Foto: Tania Rego/Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral confirmou nesta quarta-feira (29) a condenação do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho pelos crimes de corrupção e associação criminosa durante as eleições municipais de 2016.

Por unanimidade, a Corte acompanhou o relator, ministro André Ramos Tavares, e negou provimento ao recurso da defesa que pedia a extinção da punibilidade do político. 

O Tribunal Superior Eleitoral manteve o entendimento do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro que condenou Garotinho a 13 anos e 9 meses de prisão e multa pelos crimes, além de inelegibilidade, pelo uso do programa social Cheque Cidadão para compra de votos.

A operação Chequinho apurou o uso ilegal do programa social Cheque Cidadão, voltado a famílias de baixa renda, da Prefeitura de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Na época, Anthony Garotinho era o secretário de governo do município gerido pela prefeita Rosinha Garotinho.

A investigação concluiu que o benefício era entregue a fim de comprar votos para candidatos aos cargos de prefeito e vereador do grupo político de Garotinho.

O ex-governador também foi condenado pelos crimes de supressão de documento e coação de testemunhas, cometidos ao longo do processo eleitoral de 2016 em Campos dos Goytacazes.


VOTO DO RELATOR

O ministro André Ramos Tavares entendeu que o ex-governador estava no comando do esquema fraudulento para uso eleitoreiro do programa assistencial.

Para ele, as provas são “robustas” e não deixam dúvida quanto à vontade de Garotinho em manipular o “inconsciente popular para criar um sentimento de gratidão e dependência política, com nítida aptidão de corromper e influenciar a vontade do eleitor e desequilibrar o pleito eleitoral”.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Senado aprova reformulação do ensino médio
Uma das principais mudanças do PL é o aumento da carga horária da FGB, que passa de 1.800 horas para 2.400 horas
Tribunal do Amapá decide pela cassação do mandato de deputada do PL
O motivo foi o suposto uso de verba de campanha eleitoral para procedimento de harmonização facial durante as eleições de 2022, quando Silvia Waiãpi foi eleita para uma vaga na Câmara dos Deputados
Flamengo alega 'discriminação' e rejeita cotas a mulheres e negros em comissões
A bancada feminina apela para que a Comissão de Estatuto reconsidere sua decisão e adote medidas que assegurem igualdade de oportunidades para todos, independentemente de gênero
Lira adia PL do aborto para segundo semestre
Presidente da Casa Baixa disse que Câmara não é monocrática
‘Jerônimo, até quando o senhor vai fechar os olhos?’, questiona ACM Neto após a Bahia aparecer no topo da violência em pesquisa
A declaração ocorreu após a divulgação do Mapa da Violência de 2024 pelo Atlas
Aliados de Janones mentiram ao negar rachadinha, diz PF
Polícia Federal aponta contradições em depoimentos de aliados de Janones que negaram existência de rachadinha: “Não falaram a verdade”
Carregando..