Bruno Reis defende Auxílio Brasil de R$ 600 e salário mínimo de R$ 1.400

A declaração de Bruno Reis aconteceu nesta quarta-feira, 23, no lançamento da Plataforma Educacional Inteligente pela prefeitura de Salvador
Por: Brado Jornal 23.nov.2022 às 16h56
Bruno Reis defende Auxílio Brasil de R$ 600 e salário mínimo de R$ 1.400

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, defendeu a aprovação da PEC da Transição que preserve o valor de R$ 600 do Auxílio Brasil e o salário mínimo de R$ 1.400 a partir do próximo ano. A Proposta de Emenda Constitucional, advogada pelo presidente Lula, ainda está em discussão e é vista com ressalvas pelo mercado financeiro, que teme a eliminação do teto dos gastos do governo federal, o que colocaria o país em risco fiscal para honrar compromissos. O novo governo articula tirar o Bolsa Família do teto pelos próximos 4 anos e uma permissão para elevar os gastos no orçamento em até R$ 200 bilhões.

“Veja em relação a PEC eu acho que teria que assegurar o auxílio Brasil de R$ 600, o aumento do salário mínimo pra R$ 1.400 a partir do ano de 2023”, opinou.

“Já que o orçamento não comporta precisa de um teto extra mas é pro ano que vem e esse Congresso tem legitimidade para aprovar”, enfatizou.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
Brasil x Coreia do Sul: onde assistir, escalações e arbitragem
Seleção busca vaga nas quartas de final da Copa do Mundo do Catar
Brasil dá show, goleia Coreia do Sul e vai para as quartas contra a Croácia
Quinteto formado por Vinicius Júnior, Neymar, Richarlison, Lucas Paquetá e Raphinha brilham em vitória tranquila por 4 a 1; no segundo tempo, seleção tirou o pé e deu espaço para sul-coreanos criarem boas chances de gol
Croácia vence Japão nos pênaltis e aguarda vencedor de Brasil x Coreia do Sul
Goleiro Livakovic defende três cobranças dos japoneses e garante classificação croata para as quartas de final
MPE quer reprovar contas de Damares
Segundo o órgão, houve irregularidade na comprovação de quase R$ 600 mil dos gastos da campanha da ex-ministra
Lateral da Coreia do Sul ‘não se intimida’ com a seleção brasileira: ‘Nossa equipe é de altíssimo nível’
Apesar do claro favoritismo do Brasil, os sul-coreanos não estão ‘amedrontados’ com o time que conta com Neymar, Vinicius Júnior, Casemiro
Alexandre Silveira deve ser o relator da PEC da Gastança
De acordo com senador Marcelo Castro (MDB-PI), o texto deve passar por reajustes ainda hoje
Carregando..