Diego Castro cobra posição do PT após declaração de Lula sobre Israel e líder do governo a rotula como 'infeliz’

Após a interpelação do parlamentar, o líder do governo de Jerônimo Rodrigues (PT) na AL-BA, Rosemberg Pinto (PT), classificou a declaração de Lula como "infeliz".
Por: Brado Jornal 20.fev.2024 às 08h51
Diego Castro cobra posição do PT após declaração de Lula sobre Israel e líder do governo a rotula como 'infeliz’

O deputado estadual Diego Castro (PL) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) nesta segunda-feira (19) para cobrar posicionamento da bancada do PT a respeito da fala do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre Israel.

O presidente da República envolveu o país em uma crise diplomática ao comparar a ação de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto. A declaração, feita durante uma entrevista na Etiópia, provocou uma forte reação do governo israelense, levando à convocação do embaixador do Brasil no país do Oriente Médio.

Após a interpelação de Diego Castro, o líder do governo de Jerônimo Rodrigues (PT) na AL-BA, Rosemberg Pinto (PT), classificou a declaração de Lula como "infeliz". 

Na ocasião, Diego Castro, aliado de primeira hora do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), criticou duramente o fato de o grupo terrorista Hamas ter agradecido ao presidente Lula por sua declaração. Segundo o parlamentar, “talvez esse seja o maior vexame e o caso mais grave da diplomacia brasileira”.

“Uma canalhice do presidente da República. O Brasil, como um dos princípios do direito internacional, repudia a prática da tortura e do terrorismo. E isso é o que esse grupo que agradeceu a Lula sabe fazer de melhor. Esse é o mesmo grupo que recebeu indiretamente ajuda financeira para sustentar o regime”, citou Diego.

“Lula teve a coragem de comparar a defesa do Estado de Israel dos ataques do Hamas ao Holocausto nazista. Uma verdadeira falta de vergonha desse sujeito que não deveria estar sentado na cadeira de presidente. Ele não tem honradez para estar lá”, acrescentou.

Ainda de acordo com Diego, Lula “envergonhou o Brasil internacionalmente” com o seu posicionamento. “Um amante de regimes totalitários, de ditaduras. Por isso, protagonizou esse vexame de ser declarado pelo governo de Israel como ‘persona non grata’. Pela primeira vez, o povo judeu, o Estado de Israel, declarou um chefe de Estado nosso dessa forma. Povo baiano e povo brasileiro, acordem e corram do PT”, completou o deputado.



📲 Baixe agora o aplicativo oficial da BRADO
e receba os principais destaques do dia em primeira mão
O que estão dizendo

Deixe sua opinião!

Assine agora e comente nesta matéria com benefícos exclusivos.

Sem comentários

Seja o primeiro a comentar nesta matéria!

Carregar mais
Carregando...

Carregando...

Veja Também
PGR se opõe à condenação de Zema por falas sobre vacinação infantil.
Governador de MG virou alvo do PSOL e do STF por ter dito que “todo aluno, independente de ter ou não vacinado, terá acesso às escolas
PL propõe cassação de psolista após briga com militante do MBL
O aviso foi dado pelo deputado Eduardo Bolsonaro
Operação Lesa Pátria: PF faz busca e apreensão em 8 estados
A corporação informou ter sido determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados
Convocado pela 'bancada da bala', Lewandowski participa de sessão na Câmara
Lewandowski disse ter aceito por entender ser necessário “diálogo entre Poderes”
Deputado do PSOL Glauber Braga agride membro do MBL dentro do congresso
O comunista empurra o homem para fora da Câmara e o segue até o estacionamento
Carregando..